Engenharia Eletrônica

16 Agosto 2015, 4:12 pm
Publicado em Cursos
Ler 303 vezes
Engenharia Eletrônica Engenharia Eletrônica Reprodução

A engenharia eletrônica é uma área de Engenharia que lida com grandezas elétricas de pequena amplitude e de elevadas frequências, os chamados sinais elétricos ou eletrônicos. A engenharia eletrônica cuida da energia elétrica sob os micro-aspectos de controle, automação e telecomunicação. O estudo da engenharia eletrônica fornece meios para o desenvolvimento de componentes, dispositivos, sistemas e equipamentos como: transistores, circuitos integrados e placas de circuito impresso. Nos Estados Unidos, assim como no Brasil, os cursos de engenharia eletrônica são tradicionalmente dados como conteúdo da engenharia elétrica, tal como definido pelo MEC e CREA no Brasil

História

A engenharia eletrônica a partir do desenvolvimento tecnológico nas indústrias do telégrafo, no final do século 19; e do rádio e telefone no início do século 20. A maior parte do desenvolvimento dessa disciplina ocorreu durante o período da segunda guerra mundial, com o advento do radar, dosonar, dos sistemas de comunicação e de outros sistemas com fins de aplicação bélica. Durante os anos que precederam a segunda guerra o assunto era conhecido como "engenharia de rádio" e apenas no final dos anos 50 o termo engenharia eletrônica começou a surgir. Em 1948 surgiu o transistor e em 1960 o circuito integrado (CI) viria a revolucionar a indústria eletrônica. 

Historicamente considerada mera subdivisão da engenharia elétrica, especialmente durante a "era da válvula", ganhou autonomia plena com o advento da "era do semicondutor", rapidamente sucedida pela era da miniaturização em larga escala.

Perfil Profissional

O profissional em Engenharia Eletrônica deve ser proficiente em várias áreas do conhecimento, como a Matemática, a Física, a Estatística e os tópicos específicos da Eletrônica. Deve também ter conhecimentos básicos acerca de outras engenharias, como a Engenharia Civil e a Engenharia Mecânica.

O Engenheiro Eletrônico deve ter um bom conhecimento dos diversos materiais elétricos e magnéticos usados na área, como a programação de microcomputadores. A eletrônica e os microprocessadores estão causando uma revolução na eletrônica embarcada, tornando os aparelhos usados no dia a dia cada vez mais inteligentes. Boa parte do trabalho que permite esse avanço é realizado pelo Engenheiro Eletrônico.

Mercado de Trabalho

O engenheiro eletrônico tem espaço em qualquer setor que necessite de especialistas em processamento de sinais e informação e no desenvolvimento de equipamentos eletroeletrônicos. Na indústria, os segmentos automobilístico, eletroeletrônico, alimentício, agrícola, têxtil e de eletrodomésticos oferecem boas oportunidades. Em telecomunicação, ele pode trabalhar na conversão das tecnologias de TV digital e internet para os padrões brasileiros. Por fim, existem vagas no setor de mineração, para quem se especializa em automação da extração de minérios e petróleo. As principais oportunidades se concentram nas regiões mais industrializadas, Sul e Sudeste.

 

Área de Atuação

  • Projeto de circuitos eletrônicos;
  • Documentação de circuitos eletrônicos;
  • Teste em circuitos eletrônicos;
  • Adaptação de circuitos eletrônicos à montagem de sistemas;
  • Manutenção de circuitos eletrônicos;
  • Venda de sistemas eletrônicos de alta complexidade;
  • Administração de empresas;
  • Ensino

Referências: UnB Gama, Guia do Estudante, Wikipedia

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.